10 mar

4 medidas contra acidentes e doenças no ambiente de trabalho

Se você parar para refletir, chegará à conclusão de que passa a maior parte dos seus dias interagindo com os colegas e com o ambiente de trabalho, ou seja, passa mais tempo fora do que dentro de casa. Sendo assim, podemos perceber que a jornada mínima de oito horas exige dos profissionais dedicação, mas também certos com cuidados com a saúde. Afinal, esse local também expõe as pessoas a situações de risco.

De acordo com a última atualização do Anuário Estatístico da Previdência Social, durante o ano de 2015 foram registrados no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) 612,6 mil acidentes do trabalho. Comparado com 2014, esse número teve um decréscimo de 13,99%. O total de acidentes registrados com Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) diminuiu em 10,87% de 2014 para 2015. Do total de acidentes registrados com CAT, os acidentes típicos representaram 76,28%; os de trajeto 21,08% e as doenças do trabalho 2,63%.

Mesmo que a menor parcela de acidentes registrados pelo CAT envolva doenças de trabalho é preciso tomar cuidado. Por isso, separamos para você quatro medidas preventivas contra acidentes e doenças no ambiente de trabalho:

Capacitação e treinamento

É de extrema importância para o desenvolvimento de uma empresa a realização de capacitações e treinamentos. Um bom exemplo são as equipes de Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), que podem ser responsáveis por orientar os colaboradores com relação às medidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores.

Equipamento de Proteção Individual (EPI)

De acordo com a NR nº 06, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o EPI é todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho. Eletricistas, mecânicos e trabalhadores da construção civil, por exemplo, utilizam recursos como proteção auditiva, respiratória e visual para se proteger e garantir que acidentes de trabalho não ocorram.

Medidas administrativas com foco na ergonomia

As principais medidas administrativas envolvem a ergonomia do ambiente de trabalho. Documentos de segurança do trabalho são importantes para registro. Porém, uma análise ergonômica e o investimento nas melhores condições de trabalho para o colaborador podem ser o diferencial da sua empresa. Conheça o perfil dos profissionais e saiba no que investir: cadeiras, mesas, apoiadores para os pés e apoiadores de mouse ergonômicos para o seu negócio e para a saúde do colaborador.

Medidas preventivas de medicina do trabalho

Existem algumas medidas obrigatórias como o exame médico, por conta do empregador, nas condições estabelecidas no artigo 168 e nas instruções complementares a serem expedidas pelo Ministério do Trabalho: na admissão, na demissão e periodicamente. Além da prevenção por meio da aplicação de vacinas e da realização de ginástica laboral, entre outras providências importantes para evitar doenças no ambiente de trabalho. 

Author:
Tags: , , ,

POSTS RELACIONADOS

3 mar

Atenção à saúde reduz as faltas no trabalho

Pesquisa mostra que ações de segurança e ergonomia ajudam nas faltas

Leia mais
17 nov

Atenção aos riscos de trabalho no escritório

Ainda que não apresente os mesmos perigos do chão de fábrica, o escritório pode, sim, prejudicar a saúde do trabalhador.

Leia mais
13 jul

Conheça as 3 principais causas de afastamento do trabalho

Dor nas costas, lesões por movimentos repetitivos e depressão estão entre os principais problemas enfrentados pelos profissionais. Saiba como repará-los.

Leia mais