25 set

Como fazer seu funcionário não levar trabalho para o conforto da cama

Há estudos comprovando que a geração mais ligada em aparelhos móveis está cada vez mais acostumada a ler ou responder e-mails de trabalho recostada em almofadas, deitada ou em posição fetal, na própria cama. O estudo com 329 trabalhadores britânicos revelou que quase um em cada cinco passa de 2 a 10 horas por semana trabalhando da cama, segundo uma pesquisa de 2009 da Credant Technologies, empresa londrina de segurança de dados.

E tem mais: esse comportamento é uma “desculpa” para a pessoa procrastinar durante o horário normal de trabalho. O raciocínio é que, já que o indivíduo irá trabalhar um pouco em casa, pode aproveitar o tempo no trabalho para assuntos pessoais, como dar uma checada no Facebook ou procurar um restaurante bacana para jantar, por exemplo.

 

O que acontece com o corpo

No entanto, quem leva os aparelhos eletrônicos para a cama pode ter um torcicolo ou dor nas costas, segundo Daniel Sieberg, ex-repórter de tecnologia que publicou, em 2011, o livro “The Digital Diet” (literalmente, “o regime digital”), no qual conta como venceu o vício em aparelhos eletrônicos. Ele ainda ressalta que trabalhar em qualquer aparelho portátil na cama por mais de uma hora sem apoio lombar, com o pescoço muito curvado para a frente ou com os braços e as mãos suspensos em um ângulo incômodo, provavelmente vai causar dor e desconforto. Além disso, o sono também pode ser prejudicado, pois a luz da tela de eletrônicos tende a suprimir o hormônio do sono, a melatonina, de acordo com Russell Rosenberg, presidente da Fundação Nacional do Sono, nos EUA.

O ideal é apoiar cotovelos e braços de modo que os pulsos estejam em linha reta quando estendidos, um apoio lombar para as costas e almofadas sob as pernas para aliviar a tensão muscular.

 

Ou seja, é necessário que você deixe seu funcionário o mais confortável possível na área de trabalho

Steelcase, fabricante americana de mobiliário de escritório, vem estudando hábitos de trabalho da geração do milênio e de outros jovens trabalhadores. A ideia James Ludwig, diretor global de design da empresa, é fabricar equipamentos de escritório tão confortáveis que façam qualquer funcionário preferir trabalhar no ambiente organizacional do que no conforto da sua própria cama.

Author:
Tags: , , ,

POSTS RELACIONADOS

16 abr

3 dicas definitivas para melhorar a ergonomia no local de trabalho

O estudo do ambiente e o investimento na saúde dos colaboradores são peças-chave para o sucesso do seu projeto.

Leia mais
17 nov

Atenção aos riscos de trabalho no escritório

Ainda que não apresente os mesmos perigos do chão de fábrica, o escritório pode, sim, prejudicar a saúde do trabalhador.

Leia mais
3 mar

Atenção à saúde reduz as faltas no trabalho

Pesquisa mostra que ações de segurança e ergonomia ajudam nas faltas

Leia mais