24 abr

O que é ergonomia cognitiva?

A ergonomia não se limita a compreender somente a influências dos aspectos físicos, mas também os aspectos psicológicos ao longo das atividades. Este é o propósito da ergonomia cognitiva, que analisa como a atenção, o aprendizado e a tomada de decisões afetam o desempenho das tarefas diárias.

Para entender a diferença entre a ergonomia física e a ergonomia cognitiva, imagine a seguinte situação: em um escritório, um homem trabalha oito horas sentado em frente a um monitor. Um ergonomista físico busca saber se esta atividade trará problemas relacionados à postura, como possíveis problemas nas costas, ou se o monitor poderá prejudicar a vista do trabalhador. Já o ergonomista cognitivo quer entender se o fato do trabalhador ficar sentado por oito horas não irá reduzir a sua atenção ao longo da atividade e se as informações visualizadas no monitor estão sendo de fato compreendidas pelo trabalhador.

A ergonomia cognitiva pode ser aplicada para auxiliar no desempenho dos trabalhadores em trabalhos que exijam alta concentração, tomadas de decisões, atividades braçais entre outras atividades diversificadas. A falta de cuidados nestas atividades está diretamente relacionada aos acidentes de trabalho, e por isso, é importante que os trabalhadores adotem alternativas que os ajudem a desenvolver melhor as suas tarefas.

Para estabelecer uma relação saudável entre a carga mental de trabalho e a melhora do desempenho, a ergonomia cognitiva parte do princípio de cada mudança ao longo da atividade altera a realização de uma determinada tarefa. Isto acontece porque a mente humana coordena as atividades físicas através da memória, da percepção e da atenção. A partir disso, o ergonomista cognitivo poderá indicar soluções que ajudam o trabalhador a se adaptar às mudanças que ocorrem ao longo de suas atividades, melhorando o sistema de trabalho e tornando a atividade mais produtiva e segura.

 

Author:
Tags: ,

POSTS RELACIONADOS

5 ago

“Efeito smartphone” prejudica a coluna

O uso excessivo desses aparelhos pode causar danos que vão desde dores de cabeça e no couro cabeludo até desvios de postura vertebral.

Leia mais
10 set

3 dicas para evitar a má circulação do sangue

Você sabia que hábitos diários podem causar má circulação? Para ajudar o fluxo correto do sangue, há algumas dicas essenciais para o dia a dia.

Leia mais
10 mar

4 medidas contra acidentes e doenças no ambiente de trabalho

Doenças de trabalho estão entre as estatísticas de acidentes registrados no Brasil

Leia mais