23 set

Tecnologia vem mudando a rotina de trabalho

Os notebooks, smartphones e tablets vêm mudando a rotina de trabalho das pessoas no mundo inteiro. Essas tecnologias estão permitindo que as relações fiquem mais estreitas de forma que a comunicação está mais rápida e direta. Junto a isso, a possibilidade de trabalhar remotamente e até mesmo em horários mais flexíveis é cada vez mais real.

De acordo com a pesquisa “Flexibilidade na Vida Profissional”, realizada pelo Consumer Lab da Ericsson, 32% dos 47,1 mil entrevistados, em 23 países, com idade entre 15 e 69 anos, afirmaram que consideram o trabalho remoto importante. E 43% deles ainda disseram que ter horário flexível também é essencial.

Apesar de o trabalho remoto e a flexibilidade de horário ainda não serem parte da cultura profissional de boa parte do País, o mesmo estudo apontou que 40% dos brasileiros acreditam na importância do trabalho remoto, e 50% dos participantes ainda destacaram a relevância do horário flexível.

Como falamos antes, a comunicação entre os colegas de trabalho, os líderes e as equipes e os profissionais e seus clientes está bem mais direta. A pesquisa mostrou que metade dos entrevistados no mundo todo usa o celular pessoal para trabalhar. No Brasil, o número sobe para 57%.

Outro ponto importante que foi otimizado com a ajuda da tecnologia foi a ergonomia. Com a popularização dos computadores de mesa e notebooks, passamos a ficar mais tempo sentados e, muitas vezes, passamos horas a fio com uma postura inadequada. Por isso, é preciso tomar alguns cuidados.

Olhos: 

Para garantir o conforto visual e da coluna, é preciso que o monitor fique posicionado na altura da linha de visão. Também é importante descansar os olhos, visualizando paisagens distantes.

Braços:

O teclado e o mouse precisam ser ajustados para ficar na altura dos cotovelos. Além disso, durante a digitação e o manuseio do mouse, é importante que o punho fique confortável. Nesse caso, apoios de antebraço, suportes de mouse com apoio para o punho ou apoios para os punhos durante a digitação podem ser bem úteis.

Pés:

Por passarmos muitas horas sentados, é fundamental que os pés fiquem bem apoiados no chão para relaxar os músculos e, assim, melhorar a circulação dos membros inferiores. Portanto, é essencial poder contar com cadeiras que se ajustem de acordo com a altura do usuário. Se, ainda assim, a cadeira não permitir que a pessoa apoie os pés completamente no chão, é preciso investir em um apoio para os pés.

Costas: 

Assim como ocorre com os pés, é preciso que as cadeiras de ajustem ao biótipo do usuários para não prejudicar a coluna. É importante que o encosto seja capaz de apoiar toda a superfície das costas para que haja uma melhor distribuição do peso corporal e não sobrecarregue apenas alguns pontos do corpo.

Author:
Tags: , , ,

POSTS RELACIONADOS

30 dez

Atenção à saúde de quem trabalha sentado

Evite dores, fadiga e problemas no corpo e no organismo ao investir na ergonomia e na atividade física

Leia mais
6 abr

Ergonomia e tecnologia: como otimizar o ambiente de trabalho

Além de contar com móveis e utensílios ergonômicos tradicionais, hoje é possível contar com tecnologias que oferecem mais conforto para as rotinas de trabalho.

Leia mais
9 fev

Evitar problemas no pescoço garante boa saúde de colaboradores

É preciso fazer uma adequação ergonômica no ambiente de trabalho e nos hábitos adotados durante a jornada laboral.

Leia mais