27 jul

A importância do profissional de ergonomia

O profissional de ergonomia tem, em geral, formação em Segurança do Trabalho e/ou pós-graduação em Ergonomia. A partir desse conhecimento, o ergonomista tem habilidade para verificar o ambiente de trabalho de forma que esteja de acordo com as necessidades de cada colaborador. O seu trabalho é desenvolvido a partir das atividades exercidas na empresa para garantir o conforto tanto físico quanto mental dos profissionais.

Neste contexto, o ergonomista deve ter, em sua bagagem profissional, aprendizados que passam pelos campos da psicologia, anatomia e fisiologia, além de conhecimentos técnicos a respeito do que é desenvolvido pelos colaboradores. Ou seja, ele deve ser capaz de escutar os profissionais e conhecer as diferentes facetas da atividade da empresa para poder modificar o que for preciso, garantindo, assim, o bem-estar dos trabalhadores.

Além disso, é preciso que o ergonomista tenha conhecimento sobre os produtos utilizados pelo trabalhador na sua rotina profissional: imagine que você está começando a montar o seu escritório de contabilidade. Na questão do ambiente, o primeiro passo é planejar a disposição e as características de cada móvel:

  • Quantas cadeiras você vai precisar?
  • Quantas mesas?
  • Será preciso apoio para os pés?
  • E apoio para notebook?
  • O mousepad precisa ter apoio para o punho?
  • Entre outras questões…

E é a partir da identificação dessas necessidades que o ergonomista irá trabalhar para montar um ambiente laboral adequado.

Junto a isso, outra questão importante para o ergonomista diz respeito à repetição de movimentos. Afinal, realizar uma tarefa uma única vez está, provavelmente, dentro das capacidades de qualquer pessoa. No entanto, repetir essa mesma tarefa dezenas de vezes todos os dias, principalmente quando feito da maneira errada, pode causar problemas como Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (DORT).

E, por mais que o trabalhador esteja realizando os movimentos corretamente, é importante que o ergonomista faça perguntas como: será que algumas modificações podem tornar a tarefa mais simples ou menos estressante? Será que uma cadeira com ajustes deixaria o trabalhador mais confortável? Ou será que um tipo diferente de cadeira permitiria que uma pessoa com artrite realizasse a mesma tarefa?

Enfim, a importância do ergonomista em uma empresa está no aumento da produtividade, na diminuição do absenteísmo e, especialmente, na promoção da saúde do colaborador. E é claro que esse trabalho deve estar alinhado com a aquisição dos móveis certos.

Então, procure a Prolabore e tenha a garantia de que a sua empresa está investindo em um ambiente de trabalho adequado.

Author:
Tags: , ,

POSTS RELACIONADOS

16 abr

3 dicas definitivas para melhorar a ergonomia no local de trabalho

O estudo do ambiente e o investimento na saúde dos colaboradores são peças-chave para o sucesso do seu projeto.

Leia mais
22 jun

5 motivos para investir em ergonomia

Muitas empresas sofrem com o afastamento dos trabalhadores em função de problemas de saúde, que podem ser evitados com ergonomia.

Leia mais
2 jun

Aumentando a produtividade dos seus funcionários com ergonomia

A ergonomia pode se tornar a principal aliada de quem visa o aumento de produtividade em seu ambiente laboral.

Leia mais