18 23 fev

Transforme o ar-condicionado em um aliado

O conforto térmico é imprescindível para que você consiga trabalhar durante várias horas em um mesmo local. Por isso, é praticamente impossível pensar em um ambiente de trabalho sem ar-condicionado.

Mas é preciso ficar atento, pois quem fica exposto ao ar-condicionado por longos períodos precisa tomar alguns cuidados. E o primeiro deles é em relação à temperatura.

De acordo com a NR-17 (norma que estabelece parâmetros para aumentar o conforto e melhorar a segurança das tarefas na execução do trabalho), o índice de temperatura deve ficar entre 20°C e 23°C para que todos os colaboradores se sintam confortáveis.

Veja outros cuidados:

 

Além da temperatura

As indicações da NR17 vão além da temperatura. Especialmente em locais de trabalho que exigem concentração, são recomendadas as seguintes condições de conforto:

1. Velocidade do ar não superior a 0,75m/s

2. Umidade relativa do ar não inferior a 40%.

 

Limpeza

Os condicionadores de ar devem ter seus filtros frequentemente limpos, bem como os demais componentes que possam concentrar ácaros e micro-organismos capazes de provocar reações alérgicas e doenças. O ideal é verificar semanalmente as condições dos filtros e, pelo menos uma vez por ano, higienizar todo o aparelho, evitando o acúmulo de agentes patológicos.

 

Energia

O ar-condicionado representa de 2% a 5% do valor total da conta de luz. Mas, com alguns cuidados básicos, é possível diminuir este custo. Saiba como:

1. Instale o aparelho em um local com boa circulação de ar para que o aparelho não precise fazer mais “esforço” do que o necessário.

2. Mantenha portas e janelas fechadas, evitando a entrada de ar do ambiente externo.

3. Limpe frequentemente os filtros, pois a sujeira impede a livre circulação do ar e força o aparelho a trabalhar mais.

4. Mantenha o ar-condicionado desligado quando você sair do ambiente por muito tempo.

5. Por outro lado, evite ligar e desligar o aparelho com frequência, pois cada vez que liga, o ar-condicionado gasta energia extra.

 

Gás refrigerante

O gás refrigerante é um dos elementos mais importantes para que o aparelho funcione com eficiência. A sua função é retirar o calor da unidade evaporadora (ambiente interno) e enviá-lo para a unidade condensadora (ambiente externo).

Por isso, quando não há gás na quantidade recomendada pelo fabricante, as consequências podem ser, por exemplo, o superaquecimento do compressor ou problemas no funcionamento do sistema de condicionamento do ar.

Além disso, muitas vezes, o equipamento não apresenta nenhum distúrbio aparente, mas a temperatura do ambiente não é reduzida. Então, durante o processo de manutenção, é importante verificar se ainda há gás suficiente. Caso contrário, mande aplicar uma nova carga do fluido.

 

Conexões

Avaliando as conexões do ar-condicionado, é possível evitar vazamentos, ruídos e vibrações. Portanto, esse é um procedimento importante na hora de fazer a manutenção do aparelho.

É preciso observar se as hastes estão firmes e se as ligações estão corretas (sem nenhum fusível queimado, por exemplo). Isso porque são eles que garantem o escoamento de água, a troca de temperaturas e a segurança dos trabalhadores.

Conte com a Prolabore para ajudar você nesta cruzada a favor da ergonomia, do bem-estar e da boa saúde para você e a sua equipe no seu ambiente de trabalho.

Author:
Tags: , ,

Chame no Whatsapp