14 jun

Relato de incidentes de trabalho ajuda a ergonomia

Sempre que ocorre um acidente de trabalho, todos sabemos da importância de notificar a ocorrência. E quando acontece um incidente? Ele também deve ser notificado? Por quê? Este é o assunto deste artigo. Vamos falar sobre a diferença entre acidente e incidente e explicar por que é importante relatar qualquer uma das duas ocorrências.

Se formos consultar um dicionário, veremos que acidente é algo inesperado, não agradável e que pode causar danos, seja a pessoas ou a bens materiais. Incidente também é algo imprevisto e que pode trazer consequências. Parecem significar a mesma coisa, certo?

Entretanto, em termos de segurança do trabalho, a lei brasileira caracteriza como acidente de trabalho o que acontece durante a execução de um tarefa a serviço de alguma empresa, dentro ou fora dela, que cause qualquer tipo de lesão ou perturbação funcional que afete a capacidade de trabalho da pessoa.

Já um incidente pode ser caracterizado como uma situação não planejada que poderia levar à ocorrência de um acidente. Vamos a um exemplo prático: um colaborador está carregando um notebook, não percebe que há uma dobra no tapete e tropeça, cai no chão, quebra o braço e deixa cair, também, o equipamento. É um acidente laboral: houve prejuízo material, o trabalhador lesionou-se e teve que interromper seu trabalho.

Já se o colaborador apenas tropeça, mas não cai nem derruba o notebook, trata-se de um incidente: não houve dano nem prejuízo, mas estes poderiam ter ocorrido. E por que se deve fazer o relato também de um incidente? Para que os acidentes não ocorram. Por isso, é importante que gestores e colaboradores entendam que relatar um incidente pode fazer toda a diferença em termos de segurança, bem-estar e eficiência da empresa.

Para relatar um incidente, existem modelos de relatórios, que devem conter todas as informações relacionadas ao incidente que se quer relatar: o que ocorreu, onde, quando, como, quem participou, se houve ou não negligência, se há mau funcionamento de algum equipamento etc. Deve relatar todos os detalhes do incidente para embasar, se for o caso, documentação formal e até uma investigação, e reunir testemunhas. Registros fotográficos podem integrar o relatório.

 

Por que o relato é importante para a ergonomia?

É fundamental compreender que a investigação dos incidentes de trabalho vai ajudar a diminuir o número de acidentes, além de auxiliar no controle de prejuízos da empresa, tanto com relação à perda de material como no que se refere às horas de trabalho perdidas, no caso de colaboradores que, em função de acidentes, poderiam não trabalhar.

Você, como gestor, deve entender que dentro dessas prevenções, a ergonomia tem um papel muito importante no que diz respeito à satisfação, bem-estar  e saúde da sua equipe. Investindo no mobiliário correto, assim como nos acessórios adequados (apoios para notebooks, descansos para os pés etc.), você estará auxiliando a que nem mesmo os incidentes ocorram.

Mesmo que sua empresa não conte com uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), a conscientização de todos os colaboradores sobre os incidentes de trabalho e a importância de relatá-los deve não só existir, como também ser incentivada. Lembre-se que tudo que possa ajudar na segurança e no conforto dos colaboradores acaba revertido em melhores resultados para a empresa.

Continue acompanhando o blog da Prolabore para ter sempre informações relevantes sobre como melhorar o ambiente laboral. Aproveite para conhecer nossas soluções e saber o quanto a ergonomia é importante no dia a dia de todas as organizações.

Author:
Tags: , ,

POSTS RELACIONADOS

16 abr

3 dicas definitivas para melhorar a ergonomia no local de trabalho

O estudo do ambiente e o investimento na saúde dos colaboradores são peças-chave para o sucesso do seu projeto.

Leia mais
10 mar

4 medidas contra acidentes e doenças no ambiente de trabalho

Doenças de trabalho estão entre as estatísticas de acidentes registrados no Brasil

Leia mais
7 dez

Análise Ergonômica do Trabalho: período para revisar e renovar

Além de revisar a AET em um curto intervalo de tempo, saiba qual a melhor época e por que você deve renovar a análise ergonômica da sua empresa.

Leia mais