10 ago

O que é espasmo muscular e porque é importante combatê-lo?

Você já deve ter sentido uma câimbra na panturrilha ou pequenas contrações na pálpebra e se perguntado: qual a causa dessas sensações? São os espasmos, fenômenos que ocorrem ao nível do músculo ou apenas nas fibras musculares, originados a partir de uma contração muscular. Normalmente, eles são desencadeados por estresse físico ou mental, mas também estão relacionados à fadiga por trabalho exaustivo e a movimentos inadequados.

 

Quais áreas do corpo podem ter espasmos musculares?

Todas as regiões que têm grupos musculares podem ter espasmos musculares. Muitas vezes, sentimos espasmos na panturrilha, nas pálpebras – como foi dito anteriormente -, mas também é comum sentir que o seu músculo está contraído de forma incorreta no pescoço ou na coluna, principalmente na lombar e na cervical. Nessas regiões, as dores são atribuídas a esforços excessivos, má postura, algum acidente ou lesões desportivas.

 

Causas

Existem diversas causas, mas a principal está relacionada ao excesso de tensão, estresse e preocupações, desenvolvidas, principalmente, durante uma rotina diária intensa ou na jornada de trabalho. Além disso, esse tipo de contratura é muito comum em quem passa muito tempo sentado na mesma posição e, geralmente, não pratica nenhuma atividade física e não movimenta os músculos do corpo regularmente.

 

Sintomas

O espasmo muscular pode iniciar como um pequeno desconforto e despois causar dor, limitando até os movimentos. É possível sentir facilmente quando se está com algum tipo de contratura, basta colocar a mão sobre o músculo e rapidamente nota-se que existe uma parte mais dolorida ou rígida. Confira, a seguir, alguns possíveis sintomas:

  • Parte do músculo mais dolorida com o aspecto semelhante a uma bola ou caroço;
  • Dificuldade para esticar o músculo afetado;
  • Esforço excessivo para movimentar a articulação ou o membro próximo do músculo dolorido.

 

Como combater os espasmos musculares

O músculo enrijecido é um problema na vida daqueles que passam horas dentro de uma escritório, sentados na mesma posição, fazendo movimentos repetitivos. Para tentar combatê-lo, além de procurar diminuir o estresse do dia a dia e do trabalho, que ajudam (muito) no surgimento das dores por espasmos musculares, é preciso estar atento a ergonomia no ambiente de trabalho.

Para fazer com que o músculo volte ao estado normal de relaxamento é preciso contar com um mobiliário totalmente preparado para atender às características psicofisiológicas dos colaboradores. A empresa, além de evitar uma tensão desnecessária ao oferecer conforto e segurança para os profissionais, consegue eliminar também a má postura, o esforço excessivo ou uma sobrecarga em alguma região muscular específica. Com isso, as dores por espasmos são reduzidas, assim como o número de contraturas musculares.

Escolha os móveis e utensílios ergonômicos certos, contate a Prolabore.

Author:
Tags: , , ,

POSTS RELACIONADOS

30 jun

3 dores causadas pela falta de ergonomia no trabalho – e como resolvê-las

Móveis mal projetados e ausência de ergonomia no trabalho causam problemas no ambiente profissional. Mas, reunimos 3 maneiras de resolvê-las.

Leia mais
17 nov

Atenção aos riscos de trabalho no escritório

Ainda que não apresente os mesmos perigos do chão de fábrica, o escritório pode, sim, prejudicar a saúde do trabalhador.

Leia mais
12 maio

Aprenda a se prevenir da Síndrome do Esgotamento Profissional

Os sintomas são variados: desde o esgotamento físico e emocional - que causa, entre outras coisas, a ausência no trabalho - à dificuldade de concentração.

Leia mais