11 maio

Ergonomia e design: o que eles têm em comum?

Tanto a ergonomia quanto o design são usados para a construção de um produto de sucesso. Por meio dessas duas práticas, é possível atender de maneira satisfatória às exigências dos usuários e, ao mesmo tempo, responder de forma positiva aos quesitos como segurança e conforto.

Estamos certos de que, quando se pensa em design, logo vem à mente o formato de um produto. No entanto, design é muito mais do que isso. Design, por definição, é a concepção de um produto (máquina, utensílio, mobiliário, embalagem, entre outros exemplos) e se refere à sua forma física, mas também diz respeito à funcionalidade.

Os profissionais dessa área são conhecidos por serem responsáveis pelo projeto e pela produção de bens de consumo ligados à vida cotidiana. Por isso, eles estão envolvidos na escolha da matéria-prima adequada para a produção, assim como na função do produto, sua ergonomia e sua usabilidade.

Portanto, ao procurar um produto, seja uma peça do mobiliário para compor o ambiente de trabalho ou um utensílio ou acessório que tenha como objetivo melhorar a saúde na rotina de uma organização, é preciso pensar além das cores ou formato. Ao escolher uma cadeira ou mesa, por exemplo, você deve levar em consideração a saúde dos seus colaboradores, deixando a parte estética em um segundo plano nesse momento.

 

Mas, como fazer a melhor escolha?

Na hora de avaliar determinado móvel, utensílio ou acessório que vá compor um ambiente de trabalho que seja seguro e confortável para os seus
colaboradores, considere as duas dicas a seguir:

1 Procure conhecer os hábitos, necessidades e desejos daqueles que vão usar os produtos. Afinal, eles é que vão dizer se os móveis e utensílios são confortáveis e seguros o suficiente.

2 Escolha os móveis e acessórios projetados para solucionar problemas, suprir as necessidades daqueles que vão utilizá-los, e estruturados para oferecer segurança, ou seja, quando eles são pensados e desenhados de forma ergonômica.

Para assegurar aos trabalhadores da sua organização um ambiente laboral adequado e motivador, ao fazer a escolha de um produto para integrar esse ambiente leve os seguintes quesitos em consideração: segurança e conforto, bem como qualidade e eficiência. Afinal, todos esses fatores têm influência sobre o desempenho das pessoas que irão passar várias horas do seu dia envolvidos e interagindo naquele local de trabalho.

Entre em contato com a Prolabore e conheça tudo sobre os nossos móveis ergonômicos, desenvolvidos especialmente para atender às necessidades dos seus colaboradores. E continue acompanhando nosso blog, onde você encontrará sempre informações relevantes sobre ergonomia e como ter um ambiente de trabalho sempre saudável.

Author:
Tags:

POSTS RELACIONADOS

26 jan

Cadeira de escritório: como escolher o modelo ideal

Um dos móveis mais importantes em um ambiente de trabalho são as cadeiras. Por isso, é preciso encontrar o modelo ideal para compor o escritório.

Leia mais
6 abr

Ergonomia e tecnologia: como otimizar o ambiente de trabalho

Além de contar com móveis e utensílios ergonômicos tradicionais, hoje é possível contar com tecnologias que oferecem mais conforto para as rotinas de trabalho.

Leia mais
16 fev

Investir em ergonomia evita gastos para as empresas

Acidentes de trabalho e doenças ocupacionais atrapalham o dia a dia de uma organização, além de gerarem mais custos.

Leia mais
Chame no Whatsapp