12 jan

Qual a relação entre envelhecimento da população brasileira e ergonomia?

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, a partir de 2039, haverá mais idosos que crianças no País. Em 2019, por exemplo, um a cada quatro brasileiros terá mais de 65 anos. E é verdade é que as pessoas continuam desejando se manter ativos no mercado de trabalho, e é preciso ter cuidado para oferecer muito conforto e segurança. Afinal, os móveis da sua empresa são pensados para isso?

É preciso compor um ambiente saudável para pessoas de todos os perfis, mas também de todas as idades. Estimativas mostram que a expectativa de vida no Brasil é alta. De acordo com o IBGE, a expectativa de vida aumentou de 2016 para 2017, chegando a 72 anos e cinco meses para os homens, e 79 anos e quatro meses para as mulheres. E a tendência é que as pessoas se prepararem cada vez mais para viver mais tempo. Então, como o ambiente de trabalho é um espaço que as acolhe por muito tempo durante a vida, é importante que seja composto com ergonomia.

Isso porque é com ergonomia que se torna possível oferecer conforto, bem-estar e segurança para pessoas de qualquer idade. Compor um ambiente saudável para os colaboradores significa ter cuidado com a saúde de cada um. E, para isso, é possível adotar algumas táticas.

A primeira delas é escolher os móveis de acordo com as exigências da Norma Regulamentadora (NR 17). Lá, você encontra os parâmetros necessários para adaptar as condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

Depois, precisa pensar que o conforto é extremamente importante para as pessoas com mais idade. É importante que as cadeiras sejam seguras, atendendo as especificações da norma, como ter a opção de regulagem do assento, por exemplo.

Outro ponto importante é a ocorrência de acidentes durante a jornada de trabalho. Quando se atua com ergonomia é possível evitar que ocorram uma série de problemas e situações desconfortáveis para os trabalhadores e, consequentemente, para a empresa. Se um profissional desenvolve alguma lesão laboral porque a cadeira que ele passa a maior parte do tempo sentado não é ergonômica, a organização provavelmente terá prejuízos.

Portanto, leve em consideração a idade dos colaboradores da sua empresa quando for escolher os móveis do seu escritório. Tenha em mente que a longevidade é uma realidade no País e é preciso atender a todos os tipos de profissionais que atuam na sua organização. Confira os móveis ergonômicos da Prolabore e escolha os seus.

Author:
Tags: , ,

POSTS RELACIONADOS

24 ago

3 áreas em que a ergonomia pode ser aplicada

Conheça os setores que precisam redobrar sua atenção para atender as exigências ergonômicas e, assim, ter melhor cuidado com seus colaboradores.

Leia mais
22 jun

5 motivos para investir em ergonomia

Muitas empresas sofrem com o afastamento dos trabalhadores em função de problemas de saúde, que podem ser evitados com ergonomia.

Leia mais
27 jul

A importância do profissional de ergonomia

A promoção da saúde do colaborador e, logo, o aumento da produtividade e a diminuição do absenteísmo estão entre as contribuições deste profissional

Leia mais
Chame no Whatsapp