29 dez

Qualidade de vida dos profissionais passa pela ergonomia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define que ter qualidade de vida engloba cinco dimensões diferentes: a saúde física aliada à saúde psicológica, em conjunto com o nível de independência, que está ligado às relações sociais e ao meio ambiente. Portanto, qualidade de vida nada mais é do que estar em equilíbrio, com uma boa saúde física e mental. E para alcançar esse estado quando se está no ambiente de trabalho – que contempla grande parte do dia de uma pessoa – é preciso de ergonomia.

Em um ambiente laboral, as empresas têm o papel de refletir sobre o que está sendo feito para atender as necessidades dos profissionais ou, ainda, se alguma oportunidade de atingir um estado de satisfação e autorrealização está sendo dificultada. Nesse contexto, a ergonomia surge e vai muito além das melhorias nas condições físicas de trabalho.

Por ser uma ciência multidisciplinar, que promove o equilíbrio entre a relação do ser humano com as situações nas quais ele está inserido, a ergonomia permite transformar e adequar as atividades da organização às características psicofisiológicas dos trabalhadores. Ou seja, além de cuidar da saúde física dos colaboradores da sua empresa, você vai estar cuidando das suas condições psíquicas, oferecendo a eles muito mais segurança, confiança e conforto.

Para isso, as empresas podem (e devem) procurar cada vez mais ter como diferencial competitivo a inclusão de diretrizes ergonômicas nas suas estratégias, procurando dar atenção ao perfil de trabalho e características específicas de cada profissional. Assim, é possível oferecer um ambiente de trabalho sadio, com uma estrutura adequada para se ter qualidade de vida.

A nossa dica, então, é começar pelo ambiente físico: ao investir em um espaço de trabalho confortável as chances de envolver positivamente o seu colaborador aumentam. A empresa deve apostar em mesas, cadeiras e demais mobiliários com ergonomia, isto é, pensados e desenhados para garantir a saúde dos profissionais. Outros cuidados são em relação à iluminação, que deixam o ambiente mais agradável – tudo para fazer com que o espaço físico também auxilie no desenvolvimento de um profissional saudável.

Procure uma empresa especialistas para ajudar você a organizar a sua empresa, contate a Prolabore!

Author:
Tags: ,

POSTS RELACIONADOS

8 jun

5 riscos ergonômicos a evitar na sua empresa

Saiba o que são os riscos ergonômicos e confira o que fazer para prevenir cinco situações comuns que ameaçam as organizações.

Leia mais
16 mar

Ergonomia no salão de beleza melhora a rotina dos trabalhadores

Desde os cabeleireiros, manicures e maquiadores até os clientes, todos precisam se sentir confortáveis no salão de beleza.

Leia mais
8 dez

Mudanças na cultura das empresas e os novos ambientes de trabalho

Diferentes modelos de negócio provocam alterações desde a mentalidade de operação até a ergonomia.

Leia mais
Chame no Whatsapp